Sobre nós

A Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral (A.P.P.C.) foi fundada em Lisboa, a 27 de Julho de 1960, por iniciativa de um grupo de pais de pessoas com paralisia cerebral e de técnicos ligados à área da reabilitação, que sentiram a carência de estruturas de resposta aos problemas sentidos por estas crianças e jovens. A A.P.P.C. é uma instituição de e para pessoas com deficiência, composta por pais, amigos, técnicos e pessoas com deficiência. Foi, a partir da data do seu nascimento, considerada Pessoa Coletiva de Utilidade Pública e Administrativa, assumindo o estatuto jurídico de Instituição Particular de Solidariedade Social (I.P.S.S.) de interesse público.

A partir da Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral (A.P.P.C.) e com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian, nasceu o 1º Centro de Reabilitação para a Paralisia Cerebral no país. Mais tarde, a partir de 1974, impôs-se a urgente necessidade de descentralizar os serviços de apoio à reabilitação e aumentar a eficácia da integração no ensino regular, pelo que se deu início a uma estratégia de expansão dos serviços por todo o país.


A A.P.P.C. passa a desenvolver a sua ação em todo o território português, através de 13 Núcleos Regionais (N.R.). Todos estes Núcleos mantêm uma filosofia comum de atuação, orientada por uma Direção Nacional, que integra elementos de todas as Direções Regionais, sendo estes, no entanto, dotados de autonomia técnica, administrativa e financeira. Em 2006, foi criada a Federação das Associações Portuguesas de Paralisia Cerebral.


O Núcleo Regional de Braga da Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral (N.R.B.-A.P.P.C.) foi criado em 1986, de acordo com os princípios antes enunciados. O seu objetivo principal consistia em prestar um apoio especializado e de qualidade a pessoas portadoras de paralisia cerebral e doenças neurológicas afins na área do distrito de Braga.

Em 2007, e por razões de ajustamento legal, os núcleos foram transformados em associações juridicamente autónomas, mas com estatutos e princípios comuns, resultando daqui a A.P.C.B. – Associação de Paralisia Cerebral de Braga.

A APCB é uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), sem fins lucrativos, com sede em Braga e que tem como objetivo “a prevenção, habilitação, participação, inclusão social, e apoio à família da pessoa com paralisia cerebral e doenças neurológicas afins e outras, na área geográfica dos concelhos do distrito de Braga”.


A Instituição tem como missão “promover a cidadania e a inclusão do indivíduo com paralisia cerebral e neurológicas afins, no sentido do seu desenvolvimento pleno e ao longo da sua vida” e “respeitar os princípios e valores do cliente”, tentando “ser uma Instituição de referência e um motor de criação de oportunidades para os indivíduos com estas problemáticas”. Tendo por base a sua missão e visão, esta associação rege-se pelos seguintes valores: cooperação, competência, credibilidade, dedicação, ética, equidade, humildade, humanismo, inovação, justiça, respeito, responsabilidade e tolerância, os quais orientam o trabalho dos profissionais que dela fazem parte.

A evolução e as necessidades de sustentabilidade do sector social conduziram à implementação do Sistema de Gestão de Qualidade (SGQ) tendo por base os requisitos do EQUASS, tendo obtido a Certificação do EQUASS Assurance em Fevereiro de 2011. Este sistema de reconhecimento tem por base 10 princípios da qualidade: liderança, recursos humanos, direitos, ética, parcerias, participação, orientação para o cliente, abrangência, orientação para os resultados e melhoria contínua, priorizando a satisfação do cliente, ou seu representante, em primeiro lugar.

Fontes
Imagens: A APCB agradece a todos os clientes, famílias e colaboradores por cederem gentilmente a sua imagem na divulgação do trabalho desenvolvido pela organização.